Eis que um dia se foi

Eis que um dia se foi

10 novembro 2011

Um dia irei aprender

Quantas vezes eu disser que não vou mais gostar de ninguém, pode ter certeza que vou gostar e a pessoa vai me magoar, é sempre assim. Nesses últimos meses, fiz pessoas se apaixonarem por mim e as "descartei" (como fazem comigo). Só que esqueço que o mundo tende a girar, e então encontro no meio do percurso pessoas que acabam me descartando (e por motivos torpes). O choro, as lágrimas, os soluços, enfim, tudo faz parte. Afinal só posso dizer que vivi intensamente se eu me arremessei em relacionamentos que não deram certo e que fugi de uns que até dariam, mas eu não quis arriscar me machucar. Hoje choro, amanhã já não sei. Apenas sei que ainda terei a esperança de encontrar alguém que me faça sentir o coração acelerar e a respiração ficar ais forte.

Um comentário:

  1. Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
    Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
    Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais,mas gostaria que não se sinta constrangido a seguir, mas faça-o apenas se desejar, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
    Deixo a minha benção e muita paz e saude.

    ResponderExcluir